Reflexões – Entregar valor

Vamos deixar de fantasia, deixar de viver em um mundo “colorido” com cores artificiais e que desbotam logo após pegar a primeira sequência de sol e chuva.

Precisamos re-estabelecer nossos valores e princípios e deixá-los alinhados com o que de fato faz a diferença e nos mede. O resultado primário do sucesso: SOFTWARE FUNCIONANDO.

Desenvolvedor quer CODAR!!! Ele AMA CODAR!!!

Para ser efetivo na principal atribuição dele ele precisa de definições das estratégias de negócio e quais são as necessidades dos usuários, ou até, nos conceitos de inovação, saber de qual forma queremos atingir o público, para a partir disto criar a necessidade que eles ainda nem sabem que tem.

Sair deste foco é “encher morcilha” e cada vez mais consumir horas em atividades que agregam muito pouco ao resultado e não necessariamente altera a felicidade do time. Chega de maquiagem!

Como está na moda agora, vamos fazer uma relação com o futebol e com o maior evento esportivo desta modalidade, a Copa do Mundo. Vamos analisar o futebol vistoso, atraente, o do toque de bola, da posse de bola. O que adianta o TIC TAC da Espanha tendo 70 e tantos porcento de posse de bola e não “chutar a gol”. O que adianta ser reconhecida, como uma Alemanha, pelo seu passado recente, mas ter perdido a essência de pragmatismo que lhe fez ser a maior. Precisamos falar do estilo Neymar? Ou do estilo CR7? Jogar para as câmeras e para as mídias sociais.  Onde está a EFETIVIDADE e PRODUTIVIDADE de fato?

Quero um time cirurgico. Quero um time que não fique só rodeando a área, criando tarefas, momentos e dinâmicas que são bonitas e nos cativam só nos primeiros 3 meses, que quando a coisa apertar os post-its voam da parede. Isso não se mantém! O que mantém são os RESULTADOS.

Vamos pensar LEAN. A arte de maximizar o trabalho que não precisa ser feito.

Será que não estamos cada vez mais criando historinhas, joguinhos e contos de fadas apenas para nos promover como agentes de boa cultura? Será que não queremos ser apenas politicamente corretos ou então apenas queremos seguir o que dizem ser o mais “cool”? Ou ainda tentar ser o “cool”?

Já pensamos e fomos XP (Extreme Programming) em algum momento?

Venho trabalhando e refletindo muito nos últimos tempos sobre efetividade e entregas que de fato são relevantes. Tudo o que venho pensando e praticando no meu dia a dia é para chegar no máximo de assertividade na definição de produtos junto com os clientes, e para estabelecer a melhor forma de “Como” solucionar tecnicamente aquilo que estabelecemos como determinante para o negócio. Quero ter uma melhor compreensão e tomada de decisão da estratégia e de métodos de trabalho.

Tenho considerado muito mais VALORES e PRINCÍPIOS de todo o contexto envolvido, e nisto incluo os valores do meu cliente, da minha empresa, os meus, dos meus colegas e também do mercado. Procedimentos, processos, práticas, técnicas e dinâmicas serão construídas dentro deste ambiente, estes serão os facilitadores de fato. É dar o tom certo para estas ações, use mas não abuse.

Este post representa muito o meu momento de reflexão, que de certa forma já dura algum tempo e que venho compartilhando com muitas pessoas. De um modo geral, nas conversas estamos convergindo, optei por registrar em um post.

Caso tenham interesse, podem opinar, comentem, mandem mensagens diretas. Desejo realmente trocar mais ideias sobre a reflexão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s